Home / Projeto 365 / Projeto 365 – Dia 87 – O Leitor

Projeto 365 – Dia 87 – O Leitor

Alemanha, 1958. Um jovem rapaz passa mal na rua e é amparado por uma mulher mais velha. Ele descobre que está doente e, depois de curado, ele a procura para agradecer a ajuda. Assim começa o tórrido caso de amor entre Michael (David Kross), na época com 15 anos, e Hanna Schmitz (Kate Winslet), protagonistas de ‘O Leitor’, dirigido por Stephen Daldry, e que rendeu prêmios de melhor atuação feminina à Winslet no Oscar, Globo de Ouro e Festival de Cannes; todos em 2009.

O_Leitor_

 

O romance foge do tradicional a começar pela diferença de idade e classe social dos amantes. Toda delicadeza da trama é desenvolvida nos encontros diários dos dois, regados à leitura e sexo. Hanna apreciava que Michael lesse para ela e, enquanto este lhe apresentava a magia das letras e das grandes obras, ela o transformava em um homem. A leitura de Michael incluía grandes títulos da literatura, de ‘A Odisséia’, de Homero, até ‘A Dama do Cachorrinho’, de Anton Tchekhov. À medida que a relação fica mais íntima, podemos acompanhar a desconstrução da, aparentemente, durona Hanna para caber no sentimento que descobria.

‘O Leitor’ pode ser observado em três momentos de Michael: do adolescente aprendiz das lições do amor, de 1958, até as memórias do homem vivido de 1995 (interpretado por Ralph Fiennes). Entre esses dois tempos, o já experiente advogado relembra 1966, quando ainda estudava direito. Havia oito anos que Hanna desaparecera de sua vida. É aí que uma nova história começa a ser contada. Hanna é acusada, junto com outras mulheres, de participação na morte de judeus durante a 2° Guerra Mundial. O reencontro acontece durante o julgamento, ao mesmo tempo em que Michael descobre um segredo que Hanna temia ser revelado, mas que pode mudar a decisão da corte.

O drama entrelaça a história de duas pessoas que, juntas, descobriram sentimentos delicados, minuciosos e fortes, capazes de acompanhá-los por toda a vida. ‘O Leitor’ é um filme que quase não tem erros, possui uma belíssima fotografia e trilha sonora equivalente. Vale muito a pena assistir.

Comentários

comentários

About Juliana Gomes

Leave a Reply

Your email address will not be published.