Home / Blackcine / Projeto 365 – Dia 21 – Beijos que matam

Projeto 365 – Dia 21 – Beijos que matam

Existe uma diferença muito grande quando se faz um filme para ser um blockbuster e quando se faz um filme para ser mais profundo. E esse filme busca ser um blockbuster, por isso, deve ser julgado como tal.

Apresentando a história de um psicólogo forense (Morgan Freeman) que viaja até a Carolina do Norte para investigar o aparente seqüestro de sua sobrinha, que desapareceu do campus universitário em meio a outros sequestros similares, o filme vai apresentando o mundo, que já conhecemos de vários filmes e séries, de investigação criminal e toda a inteligência que existe por trás dessa ciência, ao passo que nos mostra um assassino esperto e que busca igualar sua vida a de um personagem da história de Giacomo Girolamo Casanova, ao qual temos um homem que seria o melhor dos amantes.

Assim como citado no filme, o que é um alívio, pois a história não se assemelha em nada ao clássico italiano, o antagonista se torna a pior das pessoas, pois utiliza de seu charme para seduzir as mulheres e levá-las para uma espécie de cativeiro e se aproveitar dos talentos das moças. E aqui temos uma boa qualidade do filme, já que diferentes de muitos seqüestradores em série, esse tem um objetivo para ter várias mulheres.

Outra qualidade é a delicada trilha sonora, que varia entre alguns solos de violino e mesclas de músicas americanas antigas, construindo uma boa atmosfera e ajudando a criar o suspense que o filme propõem de início ao fim.

morgan freeman

Só que o filme não é perfeito, e apresenta alguns erros que tiram um pouco o brilho do longa. Como por exemplo, o fato de transformar uma das vítimas, que conseguira fugir do cativeiro, em uma policial tão treinada, ou até melhor, que os tiras do filme. Ou então, o fato de os problemas se resolverem magicamente e oferecendo ao público um final confortável.

Mas, assim como disse no início do texto, temos aqui um blockbuster, e esse tipo de filme busca atrair o público por características como ação, uma boa história e personagens que cativem a audiência, e esse filme faz isso, e de uma maneira interessante com alguns elementos que o colocam à frente de muitos outros do mesmo gênero.

beijos que matam morgan freeman

 

 

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.