Home / Clássicos / Projeto 365 – Dia 209 – A General

Projeto 365 – Dia 209 – A General

“Eu não quero que volte a falar comigo até você ter um uniforme”

Sinopse:

Quando a Guerra Civil americana teve início, o maquinista Johnny Gray (Buster Keaton) apaixonado pelo seu trem “A General” não foi aceito para lutar porque seria mais útil como engenheiro da ferrovia. Assim, sua amada Annabelle (Marion Mack) começou a pensar nele como covarde. Até o dia em que ele vai provar que tem coragem e também loucura, ao perseguir sozinho um bando de espiões unionistas, que roubaram o trem “A General” e dentro dele Annabelle Lee.

Opinião:

Antes de tudo, confesso que não conhecia esse filme. Fui assisti-lo pois fazia parte do evento de encerramento da 40ª mostra de Cinema de São Paulo e, esse é um evento que sempre vou com minha namorada. No caminho para o local do filme, Parque do Ibirapuera, minha namorada foi lendo a sinopse e mais algumas informações. A partir daí já comecei a ficar encantado. Admirador que sou de filmes antigos fui obtendo a informação de que se tratava de um clássico de 1926 que, além de uma história interessante, ainda tinha como atributo o fato de Orson Welles considerar o filme a melhor comédia que já foi feita. Inclusive fui atrás das fontes e realmente ele disse isso em uma de suas várias entrevistas.

the-general-buster-keaton

Dito isso, chego ao evento e já vejo uma orquestra preparada para acompanhar o filme. Algo bem tradicional que ocorria no passado, onde se tinha orquestras para acompanhar as produções que não continham som. Isso em si já torna a experiência algo muito agradável. O som penetra nos ouvidos com uma vibração capaz de deixar qualquer sensação amplificada.

A história em si também ajuda o espetáculo. Retratando com muito humor e uma super produção um dos marcos da história Americana. Para quem faltou na escola, como eu que tive que pesquisar,  a Guerra de Secessão (Guerra Civil) foi um conflito militar que ocorreu nos Estados Unidos, entre os anos de 1861 e 1865. De um lado ficaram os estados do sul (Confederados) contra os estados do norte (União).

E quando eu digo super produção, acredite, é SUPER mesmo. Na história são utilizados uma infinidade de atores, várias locomotivas e uma estrutura sensacional para um filme datado do começo do século vinte. Uma das locomotivas do filme, “A General”, é quem passa maior tempo em cena, deixando o clima dessa produção bem intenso e em constante movimento, algo raro para filmes dessa época.

the_general_buster_keaton_1

Porém, de longe, o principal destaque é para o ator principal Buster Keaton. Ao melhor estilo Charlie Chaplin, ele faz um humor inocente e muito eficiente. Suas expressões e cenas criadas conseguem provocar risos autênticos na plateia, deixando o tema do longa em segundo plano.

Em resumo, concordo com Orson Welles de que esse filme é brilhante. É retratado aqui um resumo do que era construir cinema. Tudo editado a mão, com um cuidado ímpar e cenas gravadas sem dublê ou outro recurso moderno. Vale a pena assistir, inclusive deixo o filme abaixo, completinho.

 

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

2 comments

  1. Que gran plan y que ciudad tan maYolivlasa.ro desde luego no me canso de mirar esa catedral, aunque desde que cobran por entrar estoy un poco enfadada. Aún recuerdo cuando entraba como “Pedro por su casa”… En fin, que vamos a hacer…Un beso!!!

  2. JohannaIk vind het best een handige bal. Het is even wennen want het lijkt dat je een sloot met water in je droger gooit maar het verdampt er zo uit!

Leave a Reply

Your email address will not be published.