Home / Projeto 365 / Projeto 365 – Dia 202 – O Acordo

Projeto 365 – Dia 202 – O Acordo

“Nunca deveria ter aceito aquele pacote”

Sinopse:

Um adolescente é preso injustamente por um crime que não cometeu e, após ser julgado, acaba sendo condenado a 10 anos de prisão. Desesperado, seu pai John Matthews (Dwayne Johnson) está disposto a qualquer acordo para livrá-lo da cadeia. É quando recebe a proposta de uma promotora federal (Susan Sarandon) para que trabalhe como agente infiltrado em uma operação em andamento, que tem por meta capturar um poderoso chefão das drogas (Benjamin Bratt).

Opinião:

Observando a sinopse desse filme, mais o ator principal – Dwayne Johnson, você não pode esperar grandes novidades. O que, é claro, não quer dizer que o filme é ruim, apenas mais do mesmo.

Dito isso, fica mais fácil analisar esse roteiro – sem nada de novo, do diretor Ric Roman Waugh.

Logo de cara e no decorrer do filme, uma das maiores qualidades é apresentada: os diálogos. A grande característica para atrair os curiosos assistir essa trama, sem ser puramente pela ação, são as conversas entre personagens. Neles estarão a trinca de temas que resumi o filme: política, drogas e drama familiares de uma maneira bem verdadeira, capaz de fazer o espectador prestar atenção e aprender como funciona os bastidores de cada um desses temas complexos.

Os atores, dentro do possível, trabalham bem e trazem para tela uma boa interpretação dos papeis que se propõem a realizar; com destaque para Jon Bernthal que rouba a cena como ator coadjuvante.

jon bernthal

Outro bom tema que circunda o triunvirato política, drogas e drama familiar é a ganância. Seja dos traficantes, da polícia ou dos políticos, esse sentimento retratado no filme demonstra bem quem somos atualmente, sendo peça chave para a mensagem que o filme deseja passar. É de extrema importância ficar atento para esse detalhe, pois aqui está o ponto que torna esse filme algo maior que um simples longa de ação.

A pena fica somente por conta do final. A sensação que dá é que tomaram todo o tempo do filme para o recheio e esqueceram de caprichar no acabamento. Criaram tantos problemas interessantes e temas complexos que, infelizmente, não conseguiram dar um final a altura, caindo no clássico erro do final confortável.

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

Leave a Reply

Your email address will not be published.