Home / Estreias / Projeto 365 – Dia 194 – Procurando Dory

Projeto 365 – Dia 194 – Procurando Dory

“Eu sofro de perda de memória recente”

Sinopse:

Um ano após ajudar Marlin (Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, Dory (Ellen DeGeneres) tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar em mãos humanas.

Opinião:

Existem alguns filmes que deixam legados, seja pela estética, atuação ou por algum tipo de tecnologia nova utilizada. “Procurando Nemo” foi um deles. Um filme que ensinou muito a Pixar sobre animações aquáticas e que fez a empresa buscar altíssimos graus de excelência para realizar tamanha façanha.

Por conta disso, lançar uma continuação de um filme tão importante sempre é um risco. Mas, felizmente, “Procurando Dory” não deixou a desejar. Consegue trazer um bom capricho na fotografia, além de se empenhar em juntar bem as duas histórias através de um roteiro alinear.

Um dos maiores méritos do filme é trazer uma história didática. O tempo todo o roteiro apresenta passagens para ensinar crianças e adultos valores valiosos, algo que leva a assinatura da Disney. Agora, fazer isso de uma maneira leve e sem se tornar um filme chato, aí pode ter certeza que leva a assinatura da Pixar.

Dentre os valores ensinados, um chama muita a atenção: a inclusão. É nítido que essa é a grande mensagem dessa trama. Quase todas as personagens têm algum tipo de detalhe que as tornam “imperfeitas”, mostrando que absolutamente todos podemos viver em sociedade. Aqui está aquele detalhe que torna esse filme especial. A maneira delicada que o assunto é tratado, sem apelação ou exposição em excesso, torna o trabalho bem valioso para ajudar as pessoas a visualizar um mundo melhor, onde todos podemos ter uma vida sem julgamentos e com oportunidades.

personagens finding dory

A personagem Dory, que já roubara a cena no primeiro filme, é novamente retratada com bastante esmero. Trazendo novamente todo o carisma já conhecido. Dory ganha ainda mais charme com esse filme, ainda mais nas cenas onde ela aparece em versão criança nas suas memórias e preenchendo o roteiro alinear.

Além de Dory, o filme traz novos personagens bem interessantes, capazes de agregar no humor, no drama e, principalmente, na parte da inclusão. Essas personagens, juntos da fotografia, dão o toque final a esse charmoso filme realizado pela Pixar.

piper

PS: O curta Piper que abre o espetáculo é bárbaro. Uma animação de um realismo impressionante, tendo hora que você duvida que foi feito em computador. A Pixar voltou a ser a Pixar, a melhor produtora de animação.

PS2: O filme manteve a promessa do trailer e, de maneira sutil, mostrou pela primeira vez um casal lésbico em um filme de animação.

casla lesbico procurando dory

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

Leave a Reply

Your email address will not be published.