Home / Estreias / Projeto 365 – Dia 192 – Truque de mestre: o segundo ato

Projeto 365 – Dia 192 – Truque de mestre: o segundo ato

“Eu fiz meu movimento, o próximo é seu”

Sinopse:

Após enganarem o FBI, os cavaleiros Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), Merritt McKinney (Woody Harrelson) e Jack Wilder (Dave Franco) estão foragidos. Eles seguem as ordens de Dylan Rhodes (Mark Ruffalo), que segue trabalhando no FBI de forma a impedir os avanços na procura dos próprios cavaleiros. Paralelamente, o grupo planeja seu novo ato: desmascarar um jovem gênio da informática, cujo novo lançamento coleta dados pessoais dos usuários. Entretanto, durante a revelação da farsa, os próprios cavaleiros são vítimas de um contragolpe, vindo de um inimigo desconhecido.

Opinião:

Confesso que fui assistir “Truque de mestre 2” com um nível de expectativa bem alto. Gostei bastante do primeiro como comento aqui.

Ao sair do cinema, e já adianto que gostei do segundo filme, fiquei com a sensação de que a fórmula se repetiu, tendo nesse filme algo bem parecido com seu antecessor, apenas com as diferenças do roteiro e alguns erros que me incomodaram, mas na essência igual.

As diferenças ficam por conta do menor números de efeitos visuais e um capricho maior na fotografia do filme. Os efeitos ganham um upgrade, tendo uma qualidade maior e mais bem acabada, com uma ou outra cena que se nota defeitos. A fotografia ganha com as muitas viagens que se tem no filme, fazendo o espectador se localizar com os detalhes bem pensados dos cenários e imagens posta na tela.

efeitos visuais

O roteiro ganhou um lado mais cerebral, passando a eterna sensação de que sempre vai acontecer algo surpreendente (e sempre acontece algo), deixando o clima do filme tenso e com aquela sensação de suspense que só os bons mágicos conseguem causar.

Como ponto negativo eu destacaria dois. Primeiro a ausência da personagem Henley Reeves em troca por Lula, algo que ficou muito mal explicado e sem sentido algum. Ainda mais quando a resposta é óbvia por conta dos problemas pessoais que a atriz Isla Fisher teve. Agora, esse ponto negativo é infinitamente menos importante que os antagonistas da trama. Michael Caine e Daniel Radcliffe trazem para tela vilões sem expressão. A sensação que dá é que o roteiro não permitia que ambos fizessem um trabalho mais notável, com mais vida e, o que fez mais falta, mais ódio pelos problemas que foram acontecendo.

atores truque de mestre segundo ato

Mas, ainda sim, há bons atores que compensam. A história em si consegue ser maior que os pequenos problemas que há no roteiro. Ainda mais quando já temos a confirmação de que teremos a terceira versão do filme, algo que deixa esse segundo ato bem adequado para um filme do meio.

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

Leave a Reply

Your email address will not be published.