Home / Estreias / Projeto 365 – Dia 188 – X-Men: Apocalipse

Projeto 365 – Dia 188 – X-Men: Apocalipse

“Há quem acredite que o primeiro mutante nasceu a milhares de anos atrás”

Sinopse: 

Também conhecido como Apocalipse, En Sabah Nur (Oscar Isaac) é o mutante original. Após milhares da anos, ele volta a vida disposto a garantir sua supremacia e acabar com a humanidade. Ele seleciona quatro Cavaleiros nas figuras de Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Anjo (Ben Hardy) e Tempestade (Alexandra Shipp). Do outro lado, o professor Charles Xavier (James McAvoy) conta com uma série de novos alunos, como Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan) e Noturno (Kodi Smit-McPhee), além de caras conhecidas como Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters), para tentar impedir o vilão.

Opinião:

X-Men: Apocalipse tinha dois objetivos: o primeiro era unir as histórias e personagens das sagas Primeira Classe X-Men: Dias de um Futuro Esquecido; a segunda era oferecer um entretenimento baseado nas histórias em quadrinhos de um dos vilões mais fortes da Marvel.

Na primeira parte fez o que pode, entregando um trabalho mediano que conseguiu amarrar as séries citadas acima, algo já muito significativo, já que a missão não era fácil, até por conta da bagunça das séries e histórias externas que deixavam ainda mais confuso o roteiro (Histórias do Wolverine).

A parte do filme em si, já é melhor. Com bons efeitos especiais, o filme traz personagens tradicionais da série X-Men Evolution, trazendo boas lembranças para os espectadores que nasceram nos anos 90 e acompanharam essa série animada.

SPOILER: Ainda sobre os efeitos, vale o adendo sobre Mercúrio que, mais uma vez, oferece uma cena que pausa o tempo.

A trilha sonora é bem divertida e ajuda o clima do filme, hora dramático, hora bem divertido e jovem.

O fato é que o roteiro queria trazer uma história apocalíptica e, ainda bem, conseguiu. Honrou o nome do antagonista e traz histórias bem pesadas para amarrar todos os roteiros sobre a saga X-Men. Só não ganha todas as estrelas pela falta de cuidado com o patrimônio X-Men, que foi sendo maltratado com histórias alineares e confusas, algo que era irreversível e que afetou diretamente esse filme.

SPOILER: PS: Reparem na referência a Star Wars, essa é um dos esforços utilizados para ajudar o público a entender em que ano se passa a história!!!

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

One comment

  1. AFAIC thta’s the best answer so far!

Leave a Reply

Your email address will not be published.