Home / Estreias / Projeto 365 – Dia 180 – Batman Vs Superman – A Origem da Justiça

Projeto 365 – Dia 180 – Batman Vs Superman – A Origem da Justiça

“Você não é corajoso, só os homens são”

Sinopse:

O confronto entre Superman (Henry Cavill) e Zod (Michael Shannon) em Metrópolis fez com que a população mundial se dividisse acerca da existência de extra-terrestres na Terra. Enquanto muitos consideram o Superman como um novo deus, há aqueles que consideram extremamente perigoso que haja um ser tão poderoso sem qualquer tipo de controle. Bruce Wayne (Ben Affleck) é um dos que acreditam nesta segunda hipótese. Sob o manto de um Batman violento e obcecado, ele investiga o laboratório de Lex Luthor (Jesse Eisenberg), que descobriu uma pedra verde que consegue eliminar e enfraquecer os filhos de Krypton.

Opinião:

Nas mãos da DC Comics e da Marvel Comics estão os roteiros mais bem elaborados no que se refere a heróis, portanto, o roteiro por si só não tem que como fracassar. Agora, montagem, direção e conjunto da obra, isso sim pode e, deu errado.

Tentando unir o sucesso dos filmes da franquia Batman, as histórias do Superman, e, além de tudo, dar início a Liga da Justiça, “Batman Vs Superman – A Origem da Justiça” deixa a desejar na montagem de todos esses elementos, funcionando apenas como um bom início para uma história com bom potencial.

mulher maravilha

A história tem um começo confuso, mostrando o fim do filme “O Homem de Aço” por uma nova perspectiva, colocando Bruce Wayne no cenário da batalha entre Superman e Zod. Ao passo que, de maneira atabalhoada e com uma velocidade fora do comum, nos reapresenta a história da morte dos pais de Bruce Wayne em uma adaptação atemporal sem muito nexo.

Após isso, quando a história engrena, somos apresentados a todos as personagens, incluindo aí o bom trabalhos de Jesse Eisenberg como Lex Luthor, a apática (culpa da personagem, não da atriz) Lois Lane (Michelle Adams) e a Mulher-Maravilha de Gal Gadot.

Os atores merecem destaque por conseguir arrumar a bagunça do diretor Zack Snyder, assim como a equipe de efeitos especiais que deram vida aos poderes dos heróis e, o que é mais importante, a diferença entre os humanos e os seres super poderosos, lidando muito bem com essa questão de lógica e proporção de força.

Outro bom ponto do filme são os problemas psicológicos e de existência dos dois protagonistas, tentando achar, em meio a lutas e pancadarias, o lugar de cada um em nosso planeta já tão problemático.

Portanto, temos aqui um filme médio, excepcional por trazer a origem de uma nova franquia tão amada quanto a liga da Justiça, interessante pelo trabalho dos atores e dos efeitos especiais, mas que comete erros graves de direção e continuidade com as franquias que virão e já vieram.

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

4 comments

  1. I read thiѕ article completelʏ on thе topic of the comparison of mߋst recеnt and preceding technologies, іt’s amazing article.

  2. Em uma entrevista de 2007 ao Daily Mail” citada pela
    prelo universal, Schneider afirma que se sentiu humilhada
    e também um pouco estuprada” durante as filmagens de Último
    tango”. http://www.colourlovers.com/lover/alethearede

  3. I visit every day some websites and information sites to read
    content, except this weblog offers quality based writing.

  4. Thank you a bunch for sharing this with all people you really recognize what you’re speaking about!
    Bookmarked. Kindly also visit my web site =). We could have a link trade arrangement
    between us

Leave a Reply

Your email address will not be published.