Home / Curiosidade / Projeto 365 – Dia 163 – 1408

Projeto 365 – Dia 163 – 1408

“Ninguém dura mais de uma hora”

Sinopse: 

A história gira em torno de um escritor chamado Mike Enslin (John Cusack) especializado em livros sobre casos paranormais. Ele é instigado a se hospedar no quarto 1408 do hotel Dolphin, em Nova York, onde muitas mortes já ocorreram. Ao chegar lá é alertado pelo gerente, o Sr. Olin (Samuel L. Jackson), para não entrar no quarto. Completamente cético, Enslin insiste e consegue as chaves do quarto. E passa por experiências que nunca viveu antes.

Opinião:

Existem pessoas talentosas e que tem certas habilidades para realizar algum tipo de feito. E sem dúvida alguma, Stephen King é uma delas quando se trata de escrever histórias de suspense.

efeitos especiais filme 1408

Os primeiros 40 minutos de filme o roteiro se concentra em apresentar o personagem principal, qual sua profissão e, fundamentalmente, preparando o terreno para todo o terror psicológico que virá a seguir.

Trazendo o ator John Cusack para dentro de um quarto de hotel, a história vai revelando um sadismo que King tem em destruir suas personagens diante das câmeras, oferecendo a quem assiste a oportunidade de presenciar a desconstrução total de um personagem, até então bem sólido, em um humano exposto e cheio de problemas.

Isso vai fazendo a pessoa que assiste, seja ela aficionada ou não por suspenses, grudar na cadeira e ter aqueles sustos dignos desse tipo de obra, servindo como guia para quem quer ousar produzir algo nesse gênero de filmografia.

Detalhes:

O que mais impressiona nesse filme são os efeitos utilizados para suportar a história, e a capacidade que a trama tem de surpreender as pessoas que tentam adivinhar o final do filme.

john cusack em 1408

Sobre os efeitos é magnífico ver os 25 milhões de dólares sendo consumidos em efeitos especiais aterrorizantes e bem postados. Claro que com esse orçamento não se pode esperar ausência de erros, principalmente com esse tipo de elemento, mas apesar dos pequenos deslizes, dá pra notar que houve uma tentativa bem sucedida de trazer realidade para as cenas mais intensas.

Agora, a capacidade de gerar surpresas, finais inesperados, e ainda deixar aquela pulga atrás da orelha de quem assiste, isso ninguém tira do mestre Stephen King. Como fã, sempre tento olhar com bastante critérios seus filmes e livros, até para tentar agir com imparcialidade, mas a capacidade que ele tem de guiar a história para o contexto mais absurdo, e ainda deixar seu cérebro funcionando a todo o vapor para imaginar quais são as respostas, isso é digno de quem sabe o que faz.

John-Cusack-in-1408-escritor

Ainda há a interessante análise de que o filme pode conter relatos autobiográficos. Não há qualquer evidência disso, mas um escritor escrever sobre um personagem que também é escritor, revela uma série de dados psicológicos muito bem pautados que parecem roubados de quem escreve.

Por último um detalhe que não chama tanta atenção, mas que é fundamental para o filme: o número 13. A começar pelo título, na qual a soma dos números levam ao número (1+4+0+8=13) e, o andar do quarto também fica no 13º – nos Estados Unidos os edifícos pulam o número 13 por superstição, logo os quartos de início “14” ficam no décimo terceiro andar). Isso poderia ser um mero detalhe inútil, porém o tempo todo a supertição, a crença e até a fé são postos a prova nesse roteiro, criando dúvida na cabeça dos céticos e dos religiosos, brincando com essa eterna dúvida que teremos sobre o que acontece quando deixamos de viver.

Pra fechar:

Stephen King baseou-se nas reportagens do parapsicólogo Christopher Chacon para escrever 1408, devido ao fato de que o mesmo investigou um quarto mal-assombrado no hotel Del Coronado, Califórnia. Os resultados da pesquisa não são iguais aos do filme, mas revelam o quão trabalhoso são as pesquisas de King para realizar um trabalho e, o quão bizarras são suas fontes de inspiração.

stephen-king

Comentários

comentários

About Celso Bove

Celso Bove Publicitário, Webdesigner, Blogueiro, fotógrafo, amante de todos os tipo de arte, em especial cinema. Fundador do Blackcine.

Leave a Reply

Your email address will not be published.