Home / Estreias / Projeto 365 – Dia 151 – Nocaute

Projeto 365 – Dia 151 – Nocaute

Sinopse: Billy “The Great” Hope (Jake Gyllenhaal), um lutador, trilha seu caminho rumo ao título de campeão enquanto enfrenta diversas tragédias em sua vida pessoal. Além das batalhas nos ringues, ele é forçado a lutar para conquistar o amor e o respeito de sua filha, em uma busca por redenção.

Opinião: Jake Gyllenhaal é um dos atores mais impressionantes da atualidade. Já esteve na pele de personagens bem diferentes e contribuiu para a construção de grandes filmes ̶ como ‘O Abutre’, ‘O Homem Duplicado’ e ‘O Segredo de Brokeback Mountain’. Entretanto, é provável que Billy Hope seja o papel que mais lhe exigiu em termos de transformação física. Tanto o corpo musculoso quanto o rosto marcado e duro dão veracidade à sua interpretação.

Dizem que o filme, dirigido por Antoine Fuqua, pode ser comparado a ‘Rocky’, clássico do gênero que revelou Sylvester Stallone em 1976, por também tratar da superação de um boxeador. Em ‘Nocaute’, Hope é um campeão da categoria Peso Médio Junior que vai da glória ao fracasso após uma tragédia em sua família. Ele perde não só seu lugar nos ringues, mas também a guarda e a confiança da filha, Leila (Oona Laurence). Agressivo e derrotado, ele tem de se reerguer e tentar recuperar o bem mais precioso que lhe restou.

nocaute 2015 estreia

O filme é emocionante, mas sem exageros. Gyllenhaal dá vida a um cara bruto, que está no fundo do poço, mas é tão verdadeiro que é impossível não torcer a favor. Além dele, é válido destacar as atuações de Rachel McAdams, que tem a chance de provar não ser apenas a mocinha dos filmes de romance; Forest Whitaker, como um memorável coadjuvante; e Oona Laurence, que protagoniza belas cenas ao lado de Jake.

É uma produção excelente, prende do início ao fim. E, considerando outros filmes que tiveram o boxe como tema principal ̶ ‘Menina de Ouro’ (2004), ‘Touro Indomável’ (1980), ‘O Vencedor’ (2010), ‘Ali’ (2001) e ‘Hurricane’ (1999) ̶, ‘Nocaute’ tem ótimas chances de estar entre os indicados, quiçá os vencedores, do Oscar 2016.

Comentários

comentários

About Juliana Gomes

One comment

  1. Imaginez un instant que les autorités Egyptiennes interdisent dans un quartier du Caire un &lp;Ão; aaéro-gu©ant &raquoq, uniquement à base de boissons et mets locaux ? Inconcevable de toute évidence. Et bien à Paris, dans le prétendu « pays des droits de l’homme » (c’est le Royaume-Uni, en fait, le seul véritable), les locaux ne peuvent plus manger et boire local dans un quartier de leur capitale ! Inouï. Et prélude à de très graves évènements.

Leave a Reply

Your email address will not be published.